quarta-feira, 7 de novembro de 2012

A ESCOLA QUE SONHAMOS


EXTERNATO TIBIRIÇÀ
VILA MARIANA
1960

 





Conforme estudos e opiniões de educadores, o modo de chamar a professora de tia é extremamente danoso para os alunos, pois cria uma intimidade que não é saudável nem para alunos, nem para a escola.
Todos dizemos que antigamente era melhor, pois o professor era tão respeitado quanto nossos pais e avós. Havia uma diferença entre o relacionamento de ambos e por isso tudo dava certo.
Os educadores disseram que essa forma "carinhosa" de tratar o professor é incentivada pelos pais e também pelo professor que aceita essa designação numa boa.
A escola não é o quintal da casa de ninguém e que tia sempre foi a irmã da mãe, irmã do pai e nunca o professor que está lá para ensinar, orientar e não se acomodar em ser chamado de tia e/ou tio. Ela não frequenta a casa dos alunos no domingo para o almoço, ele não deve se misturar como se fosse um igual, coisa que ele não é, claro, que o professor deve ser parceiro de seus alunos, mas sempre mantendo certa uma distância na convivência com seus alunos e pais.
A escola vem perdendo seu espaço enquanto local de estudo, aprendizagem, convivência social, tanto que vemos constantemente alunos se agredindo mutuamente, agredindo professores e funcionários, coisa que antigamente nem em sonho se ouvia falar.
Por outro lado temos os pais omissos e apesar de trabalharem fora, na grande maioria, e que muitos fazem dessa situação uma boa desculpa para não acompanhar de perto seus filhos, o seu rendimento escolar, não participa de reuniões e pior, acha que a escola é que tem o dever de educar seus filhos, função que é de pais e não de professores.
A função do professor sempre será de dar conhecimento, interagir com alunos para que esses se transformem em cidadãos de bem, sabendo conviver de forma harmoniosa com as diferenças e em sociedade como um todo.
O professor não é "tio", ele é educador. Eu me lembro que antigamente todos estudávamos por uma cartilha chamada Caminho Suave e é o que era. Estudar de forma suave e com a ajuda de professores competentes transformavam crianças e adolescentes em cidadãos de caráter e o que vemos hoje?
As escolas nada têm de suave, muito pelo contrário, há medo, desrespeito e total desprezo pela educação e por todos envolvidos nesse processo tão importante e básico para a formação de uma sociedade mais justa.
Vamos mudar os valores que hoje se apresentam, pais observem e acompanhem seus filhos de maneira próxima carinhosa e eficaz, participem das atividades escolares. Todos sairemos ganhando.
 
E.T. Naquela época os pais é que arcavam com uniformes, cadernos, canetas e lanches.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário